Conheça a história da Black Friday e saiba como preparar a sua loja

saiba-como-otimizar-os-processos-internos-do-seu-pet-shop
Saiba como otimizar os processos internos do seu pet shop
30 de junho de 2017
areia-para-gatos-conheca-os-principais-tipos-e-vantagens
Areia para gatos: conheça os principais tipos e vantagens
4 de julho de 2017

Conheça a história da Black Friday e saiba como preparar a sua loja

conheca-historia-da-black-friday-e-saiba-como-preparar-sua-loja

Poucas datas conseguem movimentar tanto o comércio online e offline quanto a Black Friday. Em 2015, ela bateu recorde no Brasil, movimentando R$ 1,5 bilhão no setor. Em relação ao ano anterior, houve um crescimento de 49%. Fica claro que as pessoas se interessam pelos descontos atraentes desta campanha, que conquista mais lojas a cada ano.

A história da Black Friday vem dos Estados Unidos, mais precisamente dos hábitos em torno do Dia de Ação de Graças. A Black Friday se refere à sexta-feira seguinte, ocasião em que as lojas costumam abrir bem mais cedo e oferecer preços bastante tentadores para os clientes.

No Brasil, a Black Friday desembarcou com algumas diferenças, mas ainda assim fundamentada em grandes descontos. Muito da força da data se viu inicialmente em lojas virtuais, apelando para consumidores que já estavam acostumados a aproveitar promoções em e-commerces estrangeiros. A popularidade da Black Friday cresceu tanto que hoje é corriqueira até em estabelecimentos físicos.

Como não errar na Black Friday da sua loja?

Durante a história da Black Friday, muitas lojas conquistam ganhos muito vantajosos com a exposição maximizada da campanha, a facilidade de viralização dos preços e as promoções convidativas.

No entanto, para contar com todos estes benefícios, você precisa tomar cuidado para não cair em alguns erros bastante graves. Veja os 4 erros mais sérios que você deve evitar na Black Friday da sua loja:

1. Não preparar o estoque

O público quer descontos, mas obviamente também quer os produtos no prazo combinado. Para que a Black Friday da sua loja funcione, você precisa se certificar de que possui um estoque preparado para este aumento substancial na demanda.

O número de vendas não ficará no índice convencional, então certifique-se de realizar projeções realistas para o que é esperado durante a promoção.

2. Enganar o cliente

Na história da Black Friday no Brasil, ela passou por um período de muita desconfiança em seu início. Isso ocorreu porque algumas lojas maquiavam seus preços, dando origem à expressão “tudo pela metade do dobro”.

Não caia neste erro, que pode marcar sua loja para sempre como desonesta e ainda colocá-la em apuros com os órgãos reguladores. Somente crie descontos que você verdadeiramente pode oferecer, mantendo a honestidade a todo momento.

3. Ignorar as preferências do público

Cada loja pode contar com múltiplos segmentos de produtos, mas sempre existem aqueles que são a preferência da maioria dos clientes. Ao avaliar quais receberão descontos vantajosos na Black Friday, leve em consideração as categorias mais acessadas pelo público, o que promete um maior potencial de visibilidade para seus descontos.

Conhecer os hábitos e as preferências da sua audiência é essencial para ter sucesso neste tipo de promoção.

4. Deixar a logística despreparada

Assim como é importante contar com estoque suficiente, você também precisa se certificar de que possui meios para entregar tudo isso aos clientes sem atrasos. É muito fácil danificar sua reputação com problemas logísticos durante as entregas, então faça questão de firmar parcerias estratégicas que garantam o transporte adequado para este aumento de demanda.

Vamos começar?

Depois de conhecer a história da Black Friday e compreender quais erros você não pode cometer, chega a hora de iniciar o seu planejamento. Uma promoção como esta pode oferecer diversas vantagens para a sua loja, mas é preciso tomar cuidado para que o efeito não seja o oposto.

De que forma você pretende implementar a Black Friday no seu negócio? Conte para a gente nos comentários!