Mercado pet: o momento é agora! Por que investir nesse mercado em 2017?

conheca-as-vantagens-do-atendimento-online-para-pet-shops
Conheça as vantagens do atendimento online para pet shops
26 de maio de 2017
passo-passo-para-implementar-um-programa-de-fidelidade-no-pet-shop
Passo a passo para implementar um programa de fidelidade no pet shop
2 de junho de 2017

Mercado pet: o momento é agora! Por que investir nesse mercado em 2017?

mercado-pet-o-momento-e-agora-por-que-investir-nesse-mercado-em-2017

Os amiguinhos de quatro patas têm ganhado cada vez mais espaço, sendo considerados inclusive membros da família. Não à toa, o mercado pet se apresenta como uma ótima opção de investimento. Quer saber por quê?

Então, vamos lá. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (ABINPET), a população pet no Brasil é a 4ª maior do mundo, correspondendo a 132,4 milhões de animais.

Acha que é só? O último levantamento, em 2015, mostrou que o faturamento do setor alcançou a impressionante marca de R$ 18 bilhões — 7,6% a mais do que em 2014.

Interessou-se pelo assunto e quer entender mais sobre esse mercado? Veja então porque investir nesse setor é uma ideia realmente vantajosa.

Melhores amigos

Atualmente, os bichinhos de estimação são muito mais do que animais para os seus donos. Eles são tratados como verdadeiros amigos ou até como membros da família, recebendo todo amor e toda a atenção do mundo. Por isso, os donos dos pets não poupam esforços para deixá-los felizes e, claro, saudáveis.

Então, eles investem muito em boas rações, produtos para higiene e para o bem-estar, além dos remédios e vacinas que, em alguns casos, devem ser tomados periodicamente. Acredite: os donos não pensam duas vezes ao adquirir os melhores serviços e itens para os bichinhos. Afinal, o que importa é vê-los bem, com aquela carinha de sapeca que ninguém resiste.

E, geralmente, os preços dos produtos não são problema para esse público. De acordo com a ABINPET, os gastos com cães, por exemplo, variam de R$ 216,50 até R$ 411,32 mensalmente — dependendo do porte do animal. Já com os gatos, o custo médio é de R$ 121,39. Com outros animais de estimação, como peixes, roedores, répteis e aves os gastos são menores.

Possibilidades para o mercado pet

Engana-se quem acredita que esse mercado se resume a uma loja de pet shop ou a clínicas veterinárias. Há uma gama de opções de investimentos na área para atender a uma demanda cada vez mais expressiva.

Como exemplo, podemos citar os spas voltados para o seu bichinho. Existem locais para cuidar especialmente da beleza e do bem-estar dos cães, oferecendo serviços diferenciados.

Gostaria de outras alternativas? Então, que tal investir em um empreendimento que forneça comida equilibrada e saudável? Não estamos falando apenas de ração premium, mas também de alimentos preparados exclusivamente para o pet, levando em consideração as necessidades de cada bichinho.

Além disso, existe a possibilidade de criar um hotel para animais ou até mesmo apostar em produtos farmacêuticos que garantam uma vida mais harmoniosa ao animal. O importante aqui é usar e abusar da criatividade.

Divulgação online

Outro fator responsável pela expansão desse mercado é a internet. Com o advento da tecnologia, ficou muito mais fácil não só divulgar serviços e produtos, como também realizar vendas e até mesmo elaborar maneiras para conquistar os clientes. Acredite: o mercado pet se encaixa perfeitamente nesse contexto.

Nos dias atuais, ter um e-commerce nesse segmento é tão ou mais rentável do que ter uma loja física. A internet facilita a expansão da marca nacionalmente e garante resultados satisfatórios para aqueles que se aventuram nesse universo encantador dos animais.

E aí? Agora é a sua vez! Gostou do conteúdo e acredita que ele pode ser útil para outros amigos? Então, compartilhe esse post nas suas rede sociais.